segunda-feira, 5 de julho de 2010

A história do Gloster

Standard Gloster Corona por Robert LaRochelle

História do Standard do GLOSTER


O aparecimento do Gloster foi em 1925, numa exposição no Crystal Palace em Inglaterra, pela mão de Mrs. Rogerson (de Gloucestershire), que ficará para sempre associada à criação e desenvolvimento desta raça. Mrs. Rogerson foi a primeira criadora a expor este pequeno canário, com poupa, numa exposição em 1925, no Crystal Palace em Inglaterra. Desde então, estabeleceu juntamente com um criador Escocês Mr. John McLay , o "standard of excellence" que permitiu o desenvolvimento dos Glosters.

O Gloster é um dos canários mais pequenos com 11,5 cm, e é também um dos mais populares.
Redondo em todas as suas linhas, pescoço curto e cheio, peito agradavelmente arredondado sem proeminências, cauda curta como prolongamento do corpo, costas bem preenchidas, bico pequeno, esta raça divide-se em duas variedades:

Corona com coroa, de forma arredondada, regular com centro bem definido.
Consort sem coroa, larga e redonda em todos pontos, com uma ligeira acentuação no cimo do centro da cabeça

Sem comentários:

Enviar um comentário