quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Alimentação dos filhotes

Os embriões em desenvolvimento nascerão por volta do 13º dia. A fêmea aquece muito bem os seus ovinhos e vai muito delicadamente ajudando os filhos a nascer. Por vezes a película interior do ovo fica pegada ao passarinho, só a mãe com o seu calor o pode ajudar. A mãe vai tentando retirar as cascas de ovo do ninho à medida que vão eclodindo.

Podemos perceber que nasceram os filhotes vendo as cascas de ovo no solo da gaiola ou nos comedouros. É agora muito importante dar uma alimentação adequada.
Um dia antes do nascimento dos filhotes inicio o esquema de alimentação, para prevenir um eventual nascimento precoce e para fortalecer e habituar os pais.

Forneço diariamente papa de criação, e dou também diariamente sementes germinadas. Como este esquema não é único, pode ser enriquecido dando as sementes germinadas mais que uma vez ao dia (não mais do que duas vezes), tendo sempre a atenção de lavar os recipientes já que estas sementes se deterioram de um dia para o outro criando elementos patológicos para as aves. De vez em quando também dou cuscus,

Em meu entender, estes elementos não devem ser usados com frequência no período das criações devido a serem pobres em proteínas e como os canários preferem os cuscus às papas, deixam de ingerir a quantidade de proteínas e vitaminas contidas nas papas.

A partir do 3º dia de vida deve também ser posta à disposição fruta e/ou verdura na quantidade adequada. Os canários comem muito bem a maça, entre outras frutas. Quanto a verduras são todas muito bem aceites pelos canários. Devem ser lavadas para eliminar eventuais pesticidas e não devem vir directamente do frigorífico porque podem constipar os pássaros.

Sem comentários:

Enviar um comentário